Cuba só para mulheres!

November 16, 2019

Em outubro partimos para mais um capítulo no #womensjourney DUO Network em um FAM TRIP super especial desenhado por Caribbean Tours com apoio da rede de hotéis Iberostar Cuba.

Passamos por Havana, Cienfuegos, Trinidad e Varadero. Um roteiro de 8 noites, cheio de surpresas para as convidadas agentes de viagens! 

Participantes do FAM caminhando pelas ruas de Havana Vieja. 

Foto: Rosane Pimentel 

Prédios de Havana. Foto: Rosane Pimentel 

 

 

 Nostálgica e pulsante Havana por Caribbean Tours

 

Durante o FAM, traçamos experiências exclusivas que enriqueceram o roteiro e o aprendizado das convidadas durante toda a viagem. 

 

Paladar Grados: uma surpresa gastronômica  

Tudo pronto para começar  a aula de Mojito, no Paladar Grados. 

Foto: Rosane Pimentel 

 

Em Havana tivemos o privilégio de almoçar no Paladar Grados. Os paladares são restaurantes privados pequenos e acolhedores com jeitão de casa, com toques de alta gastronomia. Na economia fechada cubana, alguns empreendimentos privados são permitidos, seguindo regras do governo (hoje mais flexíveis).

 

 Fachada do Grados. Foto Fabiana Roque 

 

Essa relativa abertura econômica começou nos anos 1990 e se intensificou durante o governo do Raul Castro. O Paladar Grados, no charmoso e arborizado bairro Nuevo Vedado, é administrado pelo chef Raul. A casa é pequena e é necessário reserva prévia. Sem dúvida, foi uma experiência gastronômica mais autêntica que vivemos na Ilha. Lá, nos deliciamos com os criativos pratos preparados com ingredientes simples e frescos. Ainda tivemos uma aula de como preparar o mais tradicional drinque cubano: o mojito!

 

Todas as participantes do FAM com a Mercedes, nossa guia, Claudia e Sarah da Caribbean Tours

 

Estúdio de Arte Eduardo Guerra: arte, cultura e "charla" política  

 

Eduardo Gerra em seu estúdio e casa. Foto: Rosane Pimentel 

 

Atelier e casa do pintor Eduardo Guerra 

Foto: Rosane Pimentel 

 

Eduardo é um artista renomado que desenvolveu uma técnica de pintura com xilografia finalizada com toques de aquarela, que torna cada quadro único. O tema da sua obra traz elementos da natureza, animais, figuras femininas, além de figuras fantásticas, como duendes e fadas! 

 

Fafá observa as gravuras de Eduardo 

 

Alguns quadros parecem um sonho nostálgico com toque de inocência quase infantil. Na sua linda casa e acolhedora casa, tivemos a oportunidade de conhecer mais sobre a vida de um artista em Cuba. Nos sentamos em seu pátio interno entre arte e jardins e ouvimos com curiosidade sobre os desafios de um artista e suas "armas" culturais que promovem pequenas revoluções carregadas de significados... 

 

Paladar La Guarida: um charme turístico mas, ainda assim, surpreendente 

 

Fabiana em La Guarida

 

Um dos jantares do grupo foi no icônico Paladar La Guarida, onde foi gravado o filme ganhador do Oscar:  Fresa & Chocolate, produzido durante a década de 1990. O filme aborda as dificuldades enfrentadas pelos cubanos após a queda da União Soviética e consequente perda do aporte financeiro. Aqui, além do bar no rooftop com vista sobre os telhados de Havana Vieja, há o restaurante e, em dois pisos intermediários, também moram algumas famílias.

Todas com Vick, Mercedes e Sarah nas escadas do La Guarida 

 

Do lado de fora, a casa onde está o La Guarida, está em aparente processo de demolição. Porém, ao subir as escadas, toda a beleza de sua decoração excêntrica se revela aos poucos bem diante dos nossos olhos quase incrédulos. La Guarida é um ícone turístico capaz de sintetizar a poesia do contraste entre fachadas degradadas e interiores surpreendentes com áurea de esconderijo para poucos privilegiados. 

 

Havana é assim: um quadro cheio de cores fortes e desgastadas. Um mix arquitetônico de tempos gloriosos em contraste com cenários poéticos interiores hipnotizantes. Uma nostalgia contínua e acolhedora, um charme atemporal. 

 

Não é à toa que as escadas do La Guarida são um dos lugares mais "instagramável" de toda Havana! 

 

Degustação de Charuto: Hostal Conde de Villanueva 

 

Detalhe de como se acende o charuto

Foto: Rosane Pimentel 

 

Caminhando pelas ruas de Havana Vieja, chegamos no belo Hostal Conde de Villanueva. Uma construção com um lindo Pátio interno e fotos de várias celebridades que lá estiveram degustando os melhores "puros" de Cuba! Sim como diria Churchil: sempre fume "habanos" cubanos, beba conhaque armênio e nunca se atrase para o jantar.

Cris Foloni em Hostal Conde de Villa Nueva

 

Você sabia? Em homenagem ao ex primeiro ministro da Inglaterra, uma das melhores marcas de charutos cubanos chama-se inclusive Petit Churchill!?

 

 

Acompanhamentos na arte da degustação!

Foto: Rosane Pimentel

 

Lá, vimos como se faz um charuto: enrola-se 5 camadas de folhas secas e reveste-se com uma espécie de capa feita de uma folha mais elástica. Todas as folhas são cubanas e vem da região de Viñales, a oeste do país. Além disso, o charuto cubano é mais puro, pois, não leva essências, como o dominicano, por exemplo.

 

Degustar charutos é um autêntico ritual, desde acendê-lo, não com um isqueiro, mas com uma madeira especial, para não contaminar a pureza de seu sabor, até o gole de rum ou café para soltar os aromas naturais do tabaco na boca.... 

 

 

Havana Queens: behind of stages 

 

Havana Queens, assistindo ao ensaio-espetáculo! 

Foto: Rosane Pimentel 

 

O grupo Havana Queens, no seu início, era um grupo só de mulheres, daí o nome! Porém, não resistiu ao gingado dos cubanos e bailarinos também entraram na dança. Com o apoio de um suíço, o grupo ensaia nos arredores de Havana de manhã. Os ritmos bailados pelo grupo são são variados. Aprendemos alguns passos de ritmos latinos, especialmente passos de salsa, além de um baile africano.

 

Foto: Rosane Pimentel de um dos bailarinos de Havana Queens 

 

 

A dança e a música são facetas do caldeirão artístico cubano! 

Foto: Rosane Pimentel, esperando a vez! 

 

Fábrica de Arte Cubana: como sugere seu nome, aqui se faz arte!

 Foto: acervo FAC 

 

O que vai rolar na FAC é sempre um "mistério". Durante a semana, a Caribbean Tours teve acesso a programação que foi simplesmente incrível. Tivemos o privilégio de ver diversas exibições de artes em suas galerias, cruzar com os artistas que estavam expondo, além de acompanhar uma apresentação de jazz super intimista, e curtir todos os ambientes da FAC criativamente decorados de forma única. 

Jazz na FAC 

Foto: acervo da DUO Network

 

A Fábrica de Arte é um lugar que vem para ajudar jovens artistas cubanos a divulgar sua arte, seja em forma de música, dança ou artes plásticas. Seu edifício, abrigava uma fábrica de azeite no passado. A maioria das fábricas que existiam em Cuba foram fechadas nos anos 1990, devido a falta de insumos e pela desarticulação do principal mercado comprador, naquele momento, a União Soviética (hoje Canadá).

 

A Fábrica tem diversas salas imensas que abriam diferentes exposições. Um lugar cool cheio de movimento, música, dança e poesia, sem dúvida um "must" em La Habana.

 

A #FAC abre de quinta à domingo, somente a noite e a entrada é proibida para menores de 18 anos.

 

Nostalgic Cars: conhecendo empreendedores cubanos

  Julio Gonzalez, proprietário de Nostalgicar, nos conta suas histórias 

Foto: Rosane Pimentel

 

Tivemos a oportunidade de visitar a oficina de restauração de carros clássicos, Nostalgic Cars, do cubano Julio Gonzalez. Ele nos contou como o amor por sua esposa e pelos Chevrolets, o levou a deixar o emprego de engenheiro no governo e abrir sua oficina de restauração de carros que lhe rendeu um convite à Casablanca.

 

Cuba e os carros antigos tem uma história de amor antiga e duradoura. 

 Foto: Rosane Pimentel 

 

Em 1959, quando o Partido Comunista fecha a economia do país, as exportações cessam.  Depois, os Estados Unidos decretam o embargo em represália ao fato do regime cubano ter sequestrado os bens dos norte-americanos na Ilha, sem indenização. O embargo praticamente obrigou ao alinhamento de Cuba com a URSS. Naquele momento, a Revolução Cubana queria ser independente. O embargo fortalece o Partido Comunista em Cuba e o conservadorismo. Quando a população reclama, o governo cubano diz que o culpado é os Estados Unidos.

 

 Fabiana Roque em Trinidad 

 

Os carros antigos, então, se tornaram uma das únicas opções de transporte viável para muitos cubanos. A criatividade para manter essas máquinas funcionando é admirável. Também é uma forma de arte e malabarismo para trazer peças dos Estados Unidos e de outros países produtores. 

 

 

E-bike: transpirando com a cidade 

 

#womensjourney #letsFUNCuba completa diante do Hotel Nacional

Foto: Mercedes Granda (guia do grupo!)

 

 

Estava muito calor em Havana. Os termômetros marcavam quase 40 graus, além da umidade elevada nessa época do ano. Recomendamos ir a Cuba entre Novembro e Abril para evitar as chuvas, riscos de furacões e altas temperaturas. As e-bikes da Caribbean Tours, há cerca de 100 bicicletas elétricas no escritório da Caribbean Tours, localizado no bairro nobre de Nuevo Vedado. A casa, em estilo georgiano, já abrigou o Consulado da Itália.

Após uma breve aula de como usar as e-bikes, pedalamos até um dos cartões portais da cidade: a Praça da Revolução. Aqui, Fidel fazia os seus longos discursos para o povo. Também, se vê a imagem de Che Guevara em um dos prédios e de Camilo Cienfuegos, outro revolucionário. 

Todas querem tirar uma foto com o "Che" a bordo de uma e-bike

Praça da Revolução, Havana.

Foto: Larissa Dessa de Carvalho

 

Studio Irsula: interagindo com artistas 

 

Foto: DUO Network

 

No Studio Irsula tivemos o prazer de jantar com artistas que preparam pratos simples com um toque gourmet em um menu degustação servido entre obras de arte super significativas.

 

Foto: Fabiana Roque. Intervenções artísticas em Irsula. 

 

Durante o jantar, daiquiris e mojitos, tivemos intervenções artísticas com música, declamação de poemas e dança.

 

 Andreas Blass, Vick e Sarah da Caribbean Tours com algumas das participantes do FAM na Galeria Irsula.

  

Cienfuegos: uma parada na história

Linda vista desde o topo dos edifícios de Cienfuegos 

Foto: Rosane Pimentel

 

Cienfuegos é conhecida como a França de Cuba, pois, é uma cidade portuária outrora  colonizada por franceses no século XIX. 

Jana e Rosane caminhando por Cienfuegos 

Foto: Fabiana Roque 

 

Percorremos o preservado centro histórico e entramos no Teatro Tomas Terry do século XIX de um rico venezuelano que morou em Cienfuegos e mudou-se a Paris um pouco antes da sua morte. O teatro tem design italiano foi construído em sua homenagem pelos seus familiares. 

Teatro Tomas Terry, Cienfuegos

Foto: Rosane Pimentel

 

Cienfuegos tem uma linda arquitetura bem preservada e assim como Trinidad, um pouco mais a leste, também é tombada pela Unesco. Visitamos o Palácio del Vale, uma bela construção do século XX com elementos mouriscos, inclusive.

 

 

Trinidad: o toque dos engenhos de açúcar

Trinidad. Foto: Rosane Pimentel 

 

Viajar a Trinidad, ao leste do país, é ir para a época dos engenhos de açúcar. É incrível como, desde aquela época, pouca coisa mudou. Sair de Havana e ir rumo as cidades do leste é ir de encontro a tempos ainda mais remotos e rurais. 

 

 Foto: Fabiana Roque

 

Trinidad é rica em música e arte! A cidade em si tem um casario preservado (Unesco) e um charme autêntico. Ficamos encantadas com o charme daquele lugar.

 

 Jana, Cris, Sarah, Mari em Trinidad

 

Santa Clara: Memorial do Che 

 Foto Cris Foloni. Grupo no Memorial do Che

 

Antes de chegar em Varadero, saímos de Trinidad e fizemos uma parada na histórica Santa Clara. Foram transladados, somente na década de 1990, os restos mortais de Che e os revolucionários mortos da guerrilha na selva boliviana. Do lado do memorial, onde jaz os restos mortais, há um museu. Nele, há inclusive a carta escrita por Guevara ao deixar Cuba rumo a outros países africanos e latinos. O memorial foi construído em Santa Clara não por acaso. Foi aqui o palco da batalha final contra o ditador Fulgencio Batista que, após a derrota, fugiu para os Estados Unidos.

 

Varadero: de imersão cultural às águas do Atlântico  

 

 

Último pôr do sol em Cuba, Varadero! #FAMTRIPCaribbeanToursIberostarCuba 

Foto Cris Foloni

 

Sem dúvida Varadero surpreendeu o grupo pela beleza de suas águas em diferentes tons de verde e azul, areia branca e vibe caribenha, embora no Atlântico.

 

Casas particulares: hospitalidade como forma de arte

 Foto: Fabiana Roque 

 

 

Visitamos diversas casas particulares que são verdadeiros tesouros! Com muito estilo e decoração autêntica esses meios de hospedagem oferecem um serviço personalizado e experiências únicas.

 

 

Foto Fabiana Roque

 

 

Caribbean Tours!

DMC que em 2020 completa 20 anos!

Uma empresa suíça privada em Cuba, com escritórios em Havana e em Santo Domingo, opera também viagens sob medida na República Dominicana & Haiti!

Responde aos pedidos com agilidade e atenção TOTAL aos detalhes, atendimento emergencial.

Pure, Traveller Made presença confirmada na ILTM Latin America 2020!

 

 

Entre em contato conosco e saiba mais! 

sales@caribbeantours.ch

info@duonetwork.com.br 

 

Muito obrigada, muchas gracias, a tod@s que trabalharam duro na organização desse FAM Trip!

 

Ana Maria Diego, Iberostar Cuba: muchas gracias por la parceria desde ILTM Latin America 2019! 

Sarah Foda, Caribbean Tours: gracias por diseñar el itinerário y hacer todos el trabajo de reservas. Has sido increíble como siempre! 

Andreas Blass, Caribbean Tours: una vez más muchas gracias por estar con el grupo y por su gran corazón con ese lindo mercado brasileño 

Claudia Schwab: te agradezco por siempre apoyar a DUO desde el principio! 

Wiebke, Caribbean Tours:  fue un placer conocerte y disfrutar de tu energia salsera!

Javier González, Caribbean Tours: muchas gracias por tu soporte en la aprobación del FAM!

Mercedes Granda: nossa linda guia que mais uma vez encantou a todas com seu conhecimento e simpatia! Até a próxima aventura!!! 

Leandro: nosso exímio e simpático motorista 

 

& um especial agradecimento a TODAS as participantes que fizeram Cuba ainda mais bela e alegre: Dani Yoneda, Jana Willet, Caren Richter, Rosane Pimentel, Lara Dessa de Carvalho, Cris Foloni, Mari Costa, Fernanda Cabral, Tatiana Bueno, Fernanda Ammirabile & Fafá Roque! 

Obrigada aos hotéis e suas equipes

Hotéis durante o FAM Trip #LetsFUNcuba

 

 

Iberostar Packard: o mais novo 5 estrelas de La Habana 

 

 Iberostar Grand Packard: vistas para o Morro, Prado ou Havana Vieja 

 

A acomodação em Havana ficou por conta do lindo e novíssimo Iberostar Grand Packard, aberto em Setembro de 2018. Se chama assim, devido ao carro da marca Packard que fica estacionado na garagem do hotel e participa inclusive de diversas feiras mundiais. Hoje, só restam 3 carros desse modelo no mundo.

 

 

No hotel, ficamos no andar VIP, o Cosmos Level, com área privada para o café da manhã e recepção regada a champanhe. Os quartos tem design similar, são modernos, com um sistema de ar-condicionado inteligente e aprova de som, o que mantém todo o rebuliço de Havana Vieja da janela para fora. Alguns quartos tem vista para o Prado (Paseo del Prado),  e outros para o Castillo del Morro (Forte de Havana).

 

Uma das coisas mais belas do hotel é a área da piscina - que "corta" o edifício nos andares superiores e tem vista para o mar e o forte... além disso o hotel conta com 6 restaurantes e bares, inclusive um de comida espanhola, e outro tradicional com pratos típicos cubanos.

 

Iberostar Gran Trinidad: um charme histórico no coração da cidade 

 

 Iberostar Grand Trinidad. Foto: Cris Foloni 

 

Sem dúvida a melhor opção de hotéis na cidade. Um atendimento primoroso, um café da manhã bastante variado e belos e espaços quartos em estilo colonial alguns com varanda super ampla. São só 40 quartos e aceita somente maiores de 16 anos!

 

 

Parte das chicas do FAM Trip diante do Iberostar Grand Trinidad 

 

 

Iberostar Varadero Selections

 

Um dos melhores hotéis em Varadero, um hotel 4 estrelas, all inclusive como todos os hotéis na Costa do Atlântico da ilha de Cuba. O Iberostar tem 4 restaurantes, além de bares! No momento não há hotéis de luxo nas parias de Cuba.

Dicas e informações importantes por DUO Network


O que é embargo dos Estados Unidos à Cuba? 

O embargo é uma série de medidas que visa impedir que dólares entrem em Cuba. O embargo começou em 14 de março de 1960 durante o governo do John Kennedy em resposta a crise dos mísseis a estatização de empresas americanas em Cuba sem indenização. Hoje, o embargo ganhou uma série de vertentes. 

 

Internet?

Nos hotéis de alto padrão a internet é incluída na diária. No check-in se recebe um cartão com um código com uma limitação de horas de conexão. Quando esse tempo se esgota, nesses hotéis de luxo, se estende a validade do cartão ou se concede outro. 

É possível comprar cartões de internet independentes também para que haja conexão fora dos hotéis. Não há wifi em restaurantes ou bares, por exemplo. Esse conceito em Cuba não existe. E essa é a grande graça. 

 

Cartões de crédito são aceitos na ilha? 

Nos hotéis, as vezes, há alguma limitação de bandeira. American Express nunca é aceito e cartões emitidos nos Estados também não. Vale ressalta que essa restrição é imposta pelo governo dos Estados Unidos e decorre do embargo. 

 

Que moeda levar? 

Euro, dólar ou qualquer moeda forte reconhecida internacionalmente. 

Se for comprar dinheiro somente para ir a Cuba, recomenda-se comprar Euro. A troca se faz nos hotéis por CUC (moeda do turista), pesos cubanos convertibles

 

Brasileiro precisa de visto? 

Sim, a maioria das nacionalidades precisa de visto e brasileiro não foge a regra.

Recomenda-se comprar no dia do embarque com a própria cia aérea, Copa Airlines. No caso do Brasil, no momento recomenda-se comprar o visto com a Copa Airlines no Aeroporto de Guarulhos ou Galeão, ou ainda no Panamá na porta de embarque para Cuba.

Valor USD 20 em cash, no Panamá. No Brasil mesmo valor convertido em Reais. 

Ainda é possível adquirir o visto no Consulado de São Paulo ou Brasília. Porém, o processo é mais burocrático e caro, por isso, não recomendável.

 

Cuba é segura? 

Sim. O turista é muito protegido o cubano ganha suplementos básicos de alimentação, saúde e educação do governo são grátis. Não há armas de fogo praticamente - possuí-las é um crime, há poucas drogas - até porque o país é uma ilha, mas fácil de controlar e o tráfico é combatido com rigor.

 

 

Grupo passeando nos carros clássicos pelo Malecón de La Habana!

Foto: Rosane Pimentel 

 

 

 "Aire" Cubano! 

Foto: Mari Costa 

 

 

 Trinidad

 Foto: Rosane Pimentel

 

 

Belíssimo Capitólio recém reaberto ao público em outubro de 2019 

#Havana500anos

 

 

Obrigada Havana e Parabéns pelos seus 500 anos completados em 16 de novembro de 2019!

Foto Rosane Pimentel 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

DUO Network África: Matizes

August 24, 2020

1/1
Please reload

Posts Recentes

November 16, 2019

Please reload

Arquivo