Amanhecer em Varanasi


Um dos lugares mais fascinantes do mundo e sagrados da Índia, surpreende a cada olhar com suas cores, preenchendo a alma de espiritualidade e ensinamentos...

Às margens do sagrado rio Ganges vários retratos colorem o amanhecer. Fatos rotineiros da vida e também da morte, aparentemente desconexos e contraditórios, se articulam de modo inexplicável e se conectam formando uma áurea quase mágica de profundo respeito! Peregrinos vem e vão. Corpos são cremados em grandes fogueiras lançadas rio adentro, sacerdotes rezam em tons meditativos, turistas praticam ioga e observam, mulheres lavam roupas, oferendas descem o Ganges...

Para os hindus, morrer em Varanasi é o fim do sofrimento terreno, um ponto final no ciclo da reencarnação. Essa ânsia de libertar a alma, faz com que muitos idosos ou doentes que sentem à proximidade da morte, se mudem à cidade – uma das mais antigas do mundo – e se alojem em asilos, a espera do fim.

As famílias que vem de diferentes partes da Índia cremar seus entes queridos no Ganges, pagam uma taxa para a embarcação improvisada na qual o corpo é atado. Essa embarcação, é embebida em óleo especial para disfarçar os odores característicos.

Mulheres jovens são envoltas em tons de tecido vermelho. Se mais velhas, dourado homens se despedem em tecido branco. A cerimônia de cremação não pode ser fotografada em sinal óbvio de respeito.

O Ganges agoniza em muitas partes, pois além de corpos e mais corpos, se despeja lixo in natura. É curioso que esse rio quase morto, atraia tanta vida. Banhar-se nele é uma espécie de renovação.

Como chegar em Varanasi?

De trem (longa viagem desde Delhi), mais de 13 horas. Logo, a melhor rota é aérea com a Indian Airlines, Jet Airways, Vistara, Spicejet ou Indigo Airlines, desde Delhi, também com opções de voos a partir de Khajuraho.

Quantos dias ficar?

1 dia inteiro é suficiente para conhecer os principais atrativos de Varanasi. SITA recomenda ficar 2 noites, fazer um cruzeiro pelo rio Ganges, bem cedo, para no percurso contemplar todos os rituais e vida às suas margens e também observar os ghats – os degraus que dão acesso ao rio. SITA inclui em seus roteiros visita a Sarnath – lugar onde o Buda deu o seu primeiro sermão.

Melhor época para visitar à Índia: De março a novembro os termômetros chegam à marca dos 30 graus (ou acima) com certa facilidade. Evite viajar à Índia durante as monções: junho e setembro.

Documentação: portadores de passaporte brasileiro conseguem o visto online com facilidade mediante pagamento de taxa e envio de documentação no próprio site. O visto é similar ao ESTA – visto online dos portadores de passaporte da União Européia para entrar nos Estados Unidos. Mas a aprovação pode demorar uns dias, então recomenda-se dar a entrada no site oficial do Ministério das Relações Exteriores da Índia, com 10 dias de antecedência. Pagamento via cartão de crédito. Obrigatório viajar com Certificado Internacional de Vacina da Febre Amarela válido (consulte regras da Anvisa sobre dose partida).

Você, operador de viagem quer oferecer a melhor experiência na Índia ao seu cliente? Solicite roteiros personalizados à SITA - a empresa de turismo mais premiada de toda a Índia, com 54 anos de história. Entre em contato com a gente para obter mais informações: info@duonetwork.com.br

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Grey Facebook Icon

DUO Network 

     +55 11 98106-6846

  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey Instagram Icon

@duonetwork

Copyright © 2018 DUO Network - Todos os direitos reservados