Por que Costa Rica?


Foto: bosques misteriosos de Monteverde

10 razões para colocar a Costa Rica no seu mapa de viagens!

Aqui trazemos 10 principais motivos para colocar a Costa Rica na sua whishlist!

A Costa Rica é um dos países mais apaixonantes e exóticos da América Central, é um destino Pura Vida! Também conhecido como Jardim do Éden, é um verdadeiro paraíso para os amantes da natureza e da sustentabilidade!

Conheça a Costa Rica!

1. Hotéis boutique rústicos e autênticos

Essas propriedades estão na mesma vibração do seu entorno marcado por uma natureza exuberante. Esses hotéis boutique são rústicos, sem deixar o conforto e a excelência no atendimento de lado. Muitos, ainda, têm foco na gastronomia orgânica! Grande parte desses hotéis são administrados por europeus que foram arrebatados pela natureza exuberante do país. Como exemplo, trazemos o Nantipa em Santa Teresa - mesma praia onde a Gisele Bündchen tem uma casa de veraneio. Membro da Small Luxury Collection, esse hotel boutique tem apenas 15 quartos super iluminados e belíssimos. Em breve faremos um guia com os melhores hotéis da Costa Rica!


Foto: hotel Nantipa

2. Campeã quando o assunto é biodiversidade

A Costa Rica é o país com maior biodiversidade da América Central e o fato de ocupar territorialmente somente 0.03% do planeta e possuir 5% da biodiversidade mundial, faz a Costa Rica a campeã mundial em concentração territorial no quesito biodiversidade. Os pássaros são um capítulo a parte: são 915 espécies no país, migratórias e endêmicas. Quase a mesma quantidade das espécies encontradas nos Estados Unidos e Canadá juntos.


O país é um verdadeiro paraíso para os observadores de pássaros e amantes de passeios ecológicos. Devido a localização central da Costa Rica, entre a América do Sul e do Norte, o país é conhecido como a República das aves, devido ao grande fluxo migratório. Assista esse vídeo e saiba mais!



Foto: vista aérea de Tortuguero

3. A "Suíça" da América Central

Não somente pelo seu conjunto montanhoso, mas também por sua relativa prosperidade e neutralidade política, a Costa Rica ganhou esse apelido. Na década de 1940, foi abolido o exército e os gastos com qualquer aparato militar, e aumentou o investimento na educação. Desde então, seu povo se orgulha de ter mais professores do que militares.

Hoje, tem um governo democrático e progressista que aposta em tecnologia como alternativa a exportação de produtos primários.

Na contramão da tendência latina, a democracia reina no país e atitudes arrojadas negam o conservadorismo. Por exemplo, há mais mulheres do que homens no parlamento; a vice-presidente é, inclusive, negra; a educação é pública e o acesso à saúde é universal inclusive com clínicas instaladas em pequenos povoados. A Costa Rica ainda se orgulha de ter o mais baixo índice de analfabetismo da América Latina (em torno de 3%).

A Costa Rica é considerada o país mais feliz do mundo de acordo com o Happy Planet Index. Leia matéria completa na National Geographic sobre os lugares mais felizes do mundo e o que podemos aprender com eles!

Esses fatores refletem na amabilidade do seu povo e o sorriso sempre franco e acolhedor.


Foto: mercado na Libéria

4. Respeito a natureza e ao turismo sustentável

Até a década de 1970, a natureza era deixada de lado em detrimento da produção agrícola de larga escala. Porém, hoje a situação mudou: 25% do seu território são de Parques Nacionais protegidos.

O Instituto Costarriquense de Turismo (ICT) lidera um programa de certificação (CST), que avalia o compromisso com a conservação ambiental das empresas de turismo. Essa nota vai de 0-5 (folhas verdes). Em 2015, a ARA Tours recebeu a certificação máxima (5 folhas verdes). Na plataforma Latin Connect (exclusiva para agentes de viagens), você vai ter acesso a avaliação completa dos hotéis também por classificação, além de outras ferramentas de suporte às vendas.

Até 2021, a Costa Rica pretende eliminar todo o plástico descartável do país e diminuir os níveis de CO2.

É também na Costa Rica que acontece o simpósio da Omina Summit, focado em ações para impulsionar a moda sustentável na América Latina.

Foto: escritório da ARA Tours em San José

5. Dois mares: Pacífico e Caribe

O país está ao leste do mar do Caribe e a oeste do Pacífico. O lado do Pacífico guarda as praias mais cobiçadas da Costa Rica! No lado do Caribe, destacam-se as praias próximas à Limón. Já quando pensamos no Pacífico, há duas regiões principais: o norte e o sul. Na região norte, a Península do Papagayo é a principal região com 3 hotéis de alto padrão: El Mangroove, Andaz e o Four Seasons. Essa região é servida pelo Aeroporto Internacional de Libéria. Já no Pacífico Sul, tem regiões ainda inexploradas e com excelente infraestrutura com hotéis boutique, destacam-se: Parque Nacional Marina Ballena, Parque Nacional Manuel Antonio, Uvita, Península de Osa, Corcovado.

Foto: Papagayo



6. Vulcões adormecidos e ativos: pura adrenalina

Considerada uma das zonas mais vulcânicas do mundo, a Costa Rica tem sete vulcões ativos e uma centena de inativos. Os principais, para o turismo, são:

  • O Vulcão Turrialba fica próximo a San José. É um vulcão ativo e de difícil acesso, por isso mesmo pouco visitado.

  • O Vulcão Irazú, próximo ao Turrialba, é o vulcão com mais altitude e mais ativo da Costa Rica. No seu interior, tem um lindo lago de cor esverdeada, cartão postal do país (melhor visitar o vulcão de manhã, pois ele tende a ficar encoberto).

  • O Vulcão Poás pode ser visitado em um bate e volta desde San José. Em seu interior há um lago de cor azul turquesa.

  • Vulcão Arenal é o mais visitado do pais. Tem um formato cônico típico e quase sempre está encoberto. Como o vulcão é ativo não se pode chegar muito perto dele. O Parque Nacional Arenal está à 3 horas de carro desde San José e há vários hotéis ao redor com foco em banhos termais.

As trilhas no meio da mata são de pura imersão na natureza. A cidade de La Fortuna nas proximidades do vulcão Arenal tem excelentes restaurantes, lojas de artesanato e hotéis.

Foto: Vulcão Poás


7. Movimentos migratórios

Entre agosto e novembro se pode observar a migração dos pássaros: são mais de 950 espécies (deslocando-se do mar do Caribe para as montanhas). Já a migração das tartarugas acontece entre julho e outubro. No Pacífico Sul, entre julho a outubro, é a vez das baleias irem em busca de águas mais quentes. Para observá-las, os melhores pontos são: Uvita, Península Osa e Dominical. De dezembro a março é possível avistar baleias. Golfinhos podem ser vistos em diversos pontos da Costa Rica durante todo o ano, contudo, nadar com eles é proibido na Costa Rica (ainda bem!).

Foto: Tortuguero

8. Alimentação orgânica e um dos melhores cafés do mundo

Frutas, vegetais e feijão: a base da alimentação na Costa Rica é muito similar a comida típica brasileira. A ARA Tours organiza inclusive passeios para fazendas orgânicas e muitos hotéis servem somente alimentos sem agrotóxicos.

Antes do turismo se tornar protagonista na economia da Costa Rica, quem dominava a pauta era o café. As primeiras mudas vieram da Jamaica e se adaptaram muito bem a região de Alajuela, no norte do país. Lugar que ainda hoje concentra as maiores plantações do país. Próximas a capital se organizam visitas a pequenas fazendas produtoras de café; a colheita é ainda manual respeitando o meio ambiente.

Foto: visita a Doka Estate Café

9. País pequeno, mas com muito para ser fazer e conhecer!

Em 7 noites se pode visitar: Tortuguero e seus canais; o Vulcão Arenal e suas águas termais e curtir os trekkings nas trilhas de lava sedimentada; visitar Monteverde e caminhar pelo seus famosos bosques nublados cheios de atividades radicais; curtir a bela praia de Manual Antonio e seu Parque Nacional; ir a Guanacaste e explorar os seus 700 quilômetros de Costa.

Dependendo do interesse de cada viajante e do seu tempo disponível, podemos ir além: a Bajos del Toro e ver suas montanhas e rios; às plantações de café em Naranjo; no Rio Celeste desbravar suas trilhas verdejantes; no Parque Nacional do Corcovado (a área natural mais preservada da América Central), ou simplesmente se hospedar no meio da mata nos hotéis boutique e relaxar....

O DMC suíço ARA Tours oferece também roteiros exclusivos com bicicletas elétricas e mountain bikes!


Assista aqui vídeos sobre as principais regiões da Costa Rica!

Foto: mountain bikes aos pés do Arenal

10. Surf e golf: nichos clássicos

Na Costa Rica, há ondas o ano inteiro esperando pelos surfistas de diferentes níveis técnicos. De novembro a março o destaque é o surf no mar do Caribe. Já de abril a novembro, a Costa do Pacífico, com as praias de Pavones até a Praia Negra (no sul de Tamarindo), são o point dos surfistas.

São vários campos de golf no país. Destacam-se: Guanacaste, incluindo o Four Seasons na Ilha do Papagayo, além de opções no Vale Central. No Pacífico, os melhores campos são os da praia de Herradura.

Foto: uma das praias do Pacífico

A Costa Rica tem todos os ingredientes para tornar uma viagem inesquecível. O país é a natureza em seu estado mais puro, preservada como em poucos lugares ainda no mundo! Esse pequeno país pacífico, transborda biodiversidade e inspira os viajantes a seguirem sua filosofia de vida simples e equilibrada ao voltar para casa!

Conheça a Costa Rica!

Consulte seu agente de viagens!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon
  • Twitter Basic Square
  • Grey Facebook Icon

DUO Network 

     +55 11 98106-6846

  • Grey Twitter Icon
  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey Instagram Icon

@duonetwork

Copyright © 2018 DUO Network - Todos os direitos reservados